Higiene ocupacional

higiene ocupacional

Você sabe o que é higiene ocupacional? tem dúvidas sobre sua funcionalidade?: Continue lendo nosso post de hoje para que possa entender tudo a respeito. A higiene ocupacional é importante para controlar o ambiente de trabalho.

O objetivo é prevenir doenças e avaliar espaços de trabalhos para que o local de empreendimento esteja corretamente adequado para a função.

A princípio deve-se fazer uma avaliação do local para identificar os riscos que o ambiente tem, sendo que dependendo do grau de impureza pode afetar a integridade da saúde do trabalhador.
Neste primeiro momento analisa-se a matéria-prima, os produtos e subprodutos, assim como as atividades de rotina, como instalações de equipamentos.

Veja a seguir o que é e para que serve a higiene ocupacional?

Podemos dizer que a higiene ocupacional é uma ciência responsável pela antecipação, reconhecimento, avaliação e controle dos agentes ou processos de produção que podem colocar em risco a saúde e integridade do trabalhador dentro do seu ambiente de trabalho.

Essa ciência tem como objetivo auxiliar empresas para que possam ter um bom desempenho de produção e segurança dos trabalhadores.

Além disso, auxilia na prevenção de eventos inoportunos dos mais diferentes tipos. Desde acidentes físicos, químicos e biológicos.

Existe uma avaliação quantitativa de risco, em que podem ser levados os limites e tolerância.

O que é considerado um risco ocupacional?

São considerados riscos ocupacionais os riscos que podem causar danos ao corpo, tais como danos químicos, biológicos e físicos.

Os riscos físicos podem ser gerados por equipamento que o colaborador utiliza na rotina de trabalho. Tais como máquinas pesadas, ferramentas, eletricidade, etc.

Os riscos químicos são advindos de substâncias químicas em estado natural. Podem ser inaladas, transferidas a pele, absorvidas pelo corpo, etc.

No risco biológico a causa são os fungos, protozoários, parasitas, bactérias, entre outros.

Em alguns ambientes de trabalho, estar sem luva, sem máscara e avental pode ser a receita certa para uma infecção, que pode levar a internação e ao óbito.

Os risos ergonômicos são comuns pela má utilização das técnicas ergonômicas.

Tais como trabalho com esforço físico intenso, transporte manual de peso, postura errada, ritmo excessivo de trabalho, atividades repetitivas, situações que causam estafa física e stress mental.

Riscos mecânicos ou acidente ocorrem quando os equipamentos são manipulados equivocadamente.

A má higiene ocupacional é responsável pelo aumento de riscos de trabalho.

As áreas de interação da higiene ocupacional são: medicina ocupacional, área de gestão ambiental e ergonomia.

Os limites de exposição se concentram nas substâncias químicas dispersas em agentes físicos, quando mal manipulados podem colocar a vida do trabalhador em risco.

Confira aqui a parte 2 desta matéria sobre higiene ocupacional.


Fechar