Você sabe quais os riscos do trabalho em hospitais?

risco hospitalar

Em quase toda cidade existe pelo menos um hospital. A rotina hospitalar é frenética, sendo que todos os funcionários precisam estar atentos a todos os detalhes a todo o momento.

O ambiente hospitalar apresenta vários riscos existentes, como físico e biológico. É considerado um dos ambientes mais insalubres para se trabalhar. A preocupação com essa área começou em 1971, quando houve a ocorrência de quase 5000 mil acidentes de trabalho.

Logo foi feita uma conscientização para a prevenção e a necessidade de reconhecer os riscos de perigo neste ambiente de trabalho. Logo começaram a ser feitos treinamentos contínuos e fundamentais para os profissionais da área da saúde.

Os riscos hospitalares são classificados como:

• Riscos em acidente
• Ergonômicos
• Físicos
• Biológicos

Os riscos acidentais são aqueles que colocam o trabalhador em uma situação real de perigo, em que ele pode ser afetado tanto fisicamente quanto moralmente. Uma das situações possíveis são explosões ou vazamento de algum elemento químico prejudicial a saúde.

Os riscos rrgonômicos do trabalho em um hospitais:

Os riscos Ergonômicos, são situações que podem inferir nas características psíquicas e fisiológicas de funcionário. Podendo afetar a saúde mental e física.

Como por exemplo, os enfermeiros que trabalham em ambulância, podem adquirir uma tendinite transportando os pacientes para a maca.

Os riscos físicos do trabalho em hospitais:

Os riscos físicos ocorrem, por exemplo, nas máquinas de raio x, quando o trabalhador fica exposto por várias horas com um elemento radioativo.

Os riscos químicos do trabalho em hospitais:

O risco químico acontece quando substância químicas são manipuladas pelos funcionários, como injeções, poeiras, névoas e neblinas.

Para que um laboratório funcione é necessário vários elementos químicos, alguns elementos podem ser fatais, todo cuidado na manipulação é pouco.

Os riscos biológicos do trabalho em hospitais:

E o risco mais importante de todos os riscos biológico. Quando trabalhadores se colocam em exposições em várias situações. Como vírus, bactérias, fungos.

Os acidentes de trabalho em hospitais:

Os acidentes no trabalho hospitalar são vinculados a vários fatores de riscos. Podem ser físicos, químicos, mecânicos, são situações que somatizam a insalubridade do ambiente de trabalho.

Os médicos fazem uma rotina que podem gerar até 12h direta de trabalho, a fadiga e a pressão só aumenta o risco. Os enfermeiros lidam com as aplicações podendo se contaminar diretamente com o paciente infectado.
A sobrecarga de serviço é o que mais gera acidentes de trabalhos.

Em alguns hospitais faltam material suficiente para as manipulações. É de extrema importância a limpeza e higienização do local, uma vez que pacientes infectados moram no ou frequentam o ambiente diariamente.

A faixa salarial as vezes deixa o zelo a desejar, fazendo tudo mais rápido possível, atingir metas ao invés de qualidade. Os setores mais comuns de infecção hospitalar está relacionada a higiene.

Algumas agulhas são cortantes e podem contaminar quem está aplicando, todo cuidado é pouco. Estes são os fatores que causam maior infecção entre os trabalhadores, a demanda de pacientes para atender e a necessidade de atendimento rápido.

Como evitar os acidentes de trabalho em hospitais?

A prevenção deve ser a preocupação mais importante neste âmbito. É necessário que os profissionais sejam qualificados, recebam treinamento e equipamento adequado para a manipulação de agentes químicos ou físicos.

Como luvas, seringas, laboratórios qualificados, grande classe de trabalhadores, organização no atendimento, prioridade em atendimento. Assim como a escala de trabalho deve ser justa para que não sobrecarregue o funcionário, uma vez que a escala é de 12h e um dia de descanso.

O material utilizado tem de ser limpo, novo e descartável, nunca reutilizado, assim previne infecções ou que doenças de proliferam. O ministério da saúde adverte que todos hospitais devem ter álcool para esterilização e água e sabão, para que o trabalhador se higienize antes de atender um paciente.

Deve usar luvas e jalecos para que não haja contaminação. Para que não haja riscos no ambiente hospitalar é importante que toda a manipulação seja antisséptica. Deste modo os riscos de trabalhar em um local que está relacionado à saúde seja o mais impecável possível, podendo salvar vidas e manter a integridade do trabalho.

A profissão hospitalar é a que mais gera risco e a que mais necessita de atenção. Porém pode ser uma das profissões mais grandiosas, uma vez que seguindo todos os procedimentos corretamente, salvos vidas. Todos os anos milhares de pessoas procuram um hospital para se consultar.


Fechar